Quem é você Alasca?

Em Biblioteca da Anine · 01 jul 2014

Want create site? With Free visual composer you can do it easy.
   Oi oi gente! (copiando a saudação da Kefera na cara larga, beijos de lux), to começando a ficar sem ideia de como começar o post, pois acho que já usei todos os tipos de saudações possíveis, comecei com o Leonard Hofstadter e seu Oilá, e agora estou ficando sem ideias, vou pensar em um modo mais descente de começar os posts, JURO! k
   O que era “Sobre Aquilo que Leio” mudou para “Biblioteca da Anine” e é onde vão ficar minhas “resenhas”, as aspas estão ai pois eu não sei se posso chama-las de resenhas, talvez não esteja segura para aceitar que se tornaram resenhas kk enfim! O livro de hoje é “Quem é você Alasca?” do tio João Verde vulgo John Green, pelo qual sou muito suspeita, pois gosto muito do trabalho dele, mesmo que ele me decepcione a cada livro, e mesmo sendo decepções que me fazem refletir e que no final eu ate aceite que foi o melhor para os personagens (com exceção do Gus pfvr, obrigada).

  O livro tem como foco Miles, embora seja Alasca que torna a historia tão especial (não que ele não faça parte disso também) Miles, é um garoto fissurado em celebres ultimas palavras, e cansado de sua vida monótona resolve se mudar para um colégio interno a procura de seu “Grande Talvez”, porem não esperava o que Culver Creek, reservava para ele. “O primeiro amigo, a primeira garota, as ultimas palavras” foram algumas das coisas que Miles encontrou por la, sendo o primeiro amigo apelidado de Coronel, e a primeira garota Alasca Young, uma enigmática garota, cheia de reticencias por assim dizer, Alasca com seu jeito único cativava todos a sua volta, mesmo sendo extremamente impulsiva e ate mesmo egoísta em algumas situações do livro.
   Estou me controlando de verdade para não dizer o que acontece no final rs, porem o que posso dizer é que pra variar a historia não caminha como o leitor imagina no inicio, e não vou dizer que é um livro que agradará a gregos e troianos mesmo porque, quando se trata de John Green cada um tem o seu livro preferido,o meu continua sendo “Cidades de Papel”, embora ache que “Quem é você Alasca?” tenha uma historia bem diferente daquilo que estamos acostumados ler, porem mesmo havendo essa diferença, o livro não deixa de ser bom, e se tratando de John Green sabemos que a historia vai surpreender de verdade.
    Ao concluir a leitura de “Quem é você Alasca?” confesso que passei por aquela depressão/reflexão pós leitura, houveram partes em que eu apenas deixei o livro de lado pois fiquei extremamente brava (coisa que tem acontecido com certa frequência quando se trata de livros de John Green), mas no final, e apos tanta reflexão, cheguei a conclusão de que no fundo todos nos estamos a procura de um “Grande Talvez”, porem cada um tem modo diferente de nomeá-lo, só gostaria de saber qual seria o meu “Grande Talvez” pois ate agora ta complicado achá-lo rs, mas quem sabe um dia eu não chegue lá?
     Por agora o que posso dizer é: ate a próxima meu povo, e quando eu descobrir o meu “Grande Talvez” ou no que eu sou realmente boa, digo aqui, porem, por enquanto vou escrevendo, lendo e procurando o meu. Ate mais 🙂
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

4 Comentários

  1. Felipe Aguiar 01 de julho de 2014

    Venho de bom grado parabenizar a Miss Aline por este belíssimo post. Post ao qual talvez eu tenha influenciado com a nossa longa conversa a alguns dias atrás sobre a tremenda frustração de ter lido, sofrido e vivenciado cada vão momento do livro, ter criado as expectativas e ter sido massacrado pelo não solução de o "grande talvez". Para quem leu o mesmo sabe muito bem como o livro começa de uma forma muito inspiradora, com os seus momentos adolescentes, mas quando o ocorrido ao qual leva as lagrimas a quem está fielmente lendo… O sr. John Green nos faz refletir sobre o por que de existirmos, com sua belíssima obra. Acho que após longas semanas de torturas, pois a esperança se esvai a cada vez que você passa por uma pagina, pois você encontra-se frustrado em descobri o que ao certo ocorreu e então é surpreendido com mais uma ou duas possibilidades. Mas ai então ao termino você se encontra em busca do grande talvez.
    Parabéns Aline, não esperava menos de ti…

  2. Amannda Vitorino 01 de julho de 2014

    Até que enfim, não aguentava esperar uma postagem nova. Por favor, não me bata! Quando li "Quem é você Alasca?" fiquei com uma baita ressaca literária, pois nenhum livro parecia tão bom quanto este. Fazia tempos que não lia algo tão surpreendente, só de lembrar já deu vontade de ler outra vez. Parabéns Aline, adorei a postagem.
    Muitos beijos.

    Vitorino

  3. Anine 05 de julho de 2014

    AAAAAAAAAAAAH, serio que você tava no aguardo de novos posts ? *o* fico muito feliz em ler isso :3 e não eu não lhe baterei kkk Eu lhe entendo perfeitamente, esse livro tem o dom de deixar aquela ressaca literária maravilhosa, que nós faz querer lê-lo de novo rs Tomara que Will&Will seja assim também <3

    Obrigada mesmo pela visita, besitos <3

  4. Anine 05 de julho de 2014

    Obrigada Fe! E sim você teve um influencia para que esse post fosse possível rs, e concordo contigo, e acredito mesmo que todos nós temos um grande talvez, e que um dia eu acharei o meu rs, E é como conversamos, Alasca pode ate ter sido uma cretina, porem fez com que o Gordo descobrisse de fato coisas sobre ele que nem ele sabia rs

    Muito obrigada Fe, fico muito feliz por ter gostado, e volte sempre viu ? <3

Deixe um comentário