Feliz ano novo!

    Em Projetos sobre mim · 19 fev 2018

    Feliz ano novo galera! 2017 já acabou, o carnaval de 2018 também e então finalmente podemos dizer que sim, começou o ano, e como de costume, sabe aquelas nos colocamos todo final de ano para o ano que se inicia? Acho que agora é definitivamente é o momento de começar a aplica-las afinal, o ano começou.

     

    Uma das minhas metas para 2018 é voltar pro bloguinho, e porque isso? Bem, sinto falta de me expressar por aqui, de procurar por blogs novos e conhecer coisas novas ao que se refere a blogosfera e afins.
    Algumas outras coisas que constam na minha listinha de “coisas que precisam ser feitas em 2018” estão:

    •  ser mais saudável (já até comecei a academia, olha o avanço haha 💪)
    • ser mais paciente, confiante e intuitivo (quem pegou a referência pegou, quem não pegou, foca aqui haha)
    • ter mais projetos ativos (e sobretudo não desistir deles)
    • a casinha feliz (isso aqui, fica pra outro post, aguardem hihi)
    • ‎estar ativa no blog no decorrer do ano (e não vacilar dessa vez, será que sou capaz de tamanho feito?)
    • Mas Poxanine! em vídeo (isso tá sendo analisado com muito amor e carinho, por motivos de: sou um fracasso na câmera)
    • aprender outro idioma
    • ser uma pessoa melhor (assim como todo e qualquer ser humano tenho uma serie de defeitos que eu classificaria como “bem péssimos” tô trabalhando isso, e tá surtindo uns efeitos bacanas rs)
    • responder minhas redes sociais com maior frequência (eu sei, talvez essa seja a mais aguardada entre os migos, já que eu sou um fracasso quando o assunto é interações via WhatsApp, mas vou tentar melhorar, prometo 🤙< imagine esse hanglouse ao contrário como se o mindinho estivesse pra cima, como se estivesse jurando de mindinho rs)

    Como podemos observar, tenho umas ‘metas’ bem possíveis aí em cima né? Algumas um pouco complicadas ou que demandam maior tempos, porém, sobretudo, nada impossível né não?

    Esse ano começou (mesmo antes do fim do carnaval), para mim cheio de surpresas boas, algumas até que eu julgava serem impossíveis pois meu pessimismo geralmente é maior do que eu mesma, (tô tentando mudar isso também, acho que já dá pra pôr na lista também né? Haha), e com isso tô aprendendo bastante coisa, não só de modo geral, mas sobre mim mesma e isso tá sendo no mínimo muito louco pra mim rs

    Mas e você, Quais são suas metas para 2018? Estão fáceis ou difíceis de alcançar? Fala aqui pra tia, vou adorar saber. E hey, se tiver difícil, não desiste não, se tá difícil é porque vale mesmo a pena. Obrigada pela visita no meu espaço de desorganização constante, até a próxima e um feliz ano novo! ♥️

  • Aquele da crise dos 23 quase 24

    Em Eu · 18 out 2017

    É muito louco olhar pra trás e ver como as prioridades, sonhos e planos mudaram de cinco anos pra cá, já parou pra pensar o quanto algumas coisas que eram essências antes, hoje já não tem tanto valor, beirando ate mesmo ao “tanto faz” devido as mudanças que aconteceram? Eu sei, cinco anos é muita …

  • Biblioteca da Anine – PS: Ainda amo você Jenny Han

    Em Biblioteca da Anine · 04 ago 2017

        Como havia dito aqui, os livros da Jenny Han conseguiram me tirar o sono, como boa romântica que sou, não conseguir pregar os olhos enquanto não devorei os dois livros, eu sei, eu sei, isso se deve a minha curiosidade imensa quando se trata de saber o final das historias seja qual for …

  • Os melhores canais do YouTube (segundo Poxanine!) – BEDA

    Em BEDA ·

    Boa noite querubins, como vão vocês? Cá estamos nós no terceiro dia de BEDA, e tenho que dizer que tá me batendo um orgulhinho de mim mesma, mas calma, não vou me empolgar, temos um mês inteiro pela frente né não? K No post de hoje, venho lhes mostrar meu top 5 de canais preferidos da …

  • Sobre expectativas criadas e não atendidas – BEDA

    Em Eu · 02 ago 2017

    É muito comum criamos expectativas com diversos campos da nossa vida, casa, amigos, família, trabalho, situações aleatórias do nosso dia a dia, entre muitas outras coisas, sendo elas grandes ou pequenas, mas, será mesmo que quando as coisas fogem do controle a ‘culpa’ não é dessas expectativas criadas? Partindo desse ponto de vista, quando as …